quinta-feira, 23 de outubro de 2014


Falando de Otimização SEO

Quer ver o seu site nos primeiros lugares do Google?


Quem tem a preocupação de tornar visível na net, web sites, blogs, landing pages, etc, deve facilitar a vida aos motores de busca na procura e análise dos conteúdos publicados.
Os motores de busca não leem páginas como os seres humanos, por isso incorporar pistas identificadoras do conteúdo publicado é determinante. Essas pistas são elementos relevantes para os resultados das SERPS (páginas de resultados dos motores de busca)
Compreender as técnicas utilizadas para melhorar esses sinais ajuda a melhorar a sua classificação (page rank).
Embora não seja do conhecimento público os detalhes exactos dos algoritmos de busca, por exemplo do Google, é possível observar as tendências desses algoritmos ao longo dos anos, assim como publicações, trabalhos de pesquisa publicados ou mesmo registro de patentes de alguns gigantes da rede.
Por tudo isto, assumimos que não existem verdades absolutas quanto à forma exacta de promover a sua página na internet.
Tentamos aqui dar algumas pistas como pode otimizar o seu website.
Começando pelo mais simples:
O uso de Keywords
No início, anos 90,o padrão e suporte dos motores de busca era mapear uma página da web inteira e selecionar as chamadas palavras relacionadas na busca. Ter uma página com muitas palavras diferentes ampliava a combinação de resultados, assim como se adicionássemos uma relação de palavras como um dicionário, o resultado seria um grande número de combinações. A informação era classificada por tópicos, muitas vezes exibindo como resultado das buscas páginas já expiradas, ou de conteúdo diferente ao que estava armazenado. 
Com o número crescente de documentos online, e o trabalho de todos os que queriam ver aumentado o valor das suas publicações nos resultados orgânicos, os sistemas de buscas mais populares começaram a classificar as páginas de resultados mais relevantes em primeiro lugar.
O conceito era este : se a sua página focava determinado tema, os motores de busca iriam descobrir palavras-chave em áreas importantes como a tag title, atributos alt das imagens e texto. 
Com o aumento exponencial de páginas online, e embora as palavras chave sejam o elemento mais básico de otimização, os motores de busca tipo Google, dão relevância ao seu uso e densidade, usando dados estatísticos, como o “  TF - IDF, ( term frequency- inverse document frequency frequency “,  ferramenta central na pontuação e classificação de documentos e conteúdos. O  TF-IDF não sintetiza quantas vezes uma palavra-chave aparece ao longo dos textos, mas oferece uma medida da sua importância, comparando com quantas vezes  seria expectável  aparecer em relação a um conjunto maior de conteúdos. ver
Se utilizarmos ferramentas como Ngram da Google  podemos verificar e comparar a relevância das palavras que vamos utilizar como tags , de forma a escolher aquelas que têm maior peso para impulsionar a otimização da página.
A colocação das key words numa página é igualmente importante uma vez que os motores de busca determinam as secções onde os conteúdos são mais relevantes  (HTML).
O conteúdo localizado no corpo do texto principal provavelmente tem mais importância do que o texto colocado em barras laterais ou posições alternativas. 
Se pensarmos nos dispositivos móveis, então essa localização é ainda mais importante. É comum verificarmos informação que aparece escondida ou parcialmente visivel.
http://h23.pt/pt-mobile.html
Para otimizar a sua página o HTML5 oferece elementos como o <article>, <aside> e <nav>, que pode definir claramente seções da sua página web.
Outro tipo de preocupação em relação às palavras chave é a distância semântica (distância entre o que o usuário gostaria de dizer na linguagem de interface e o significado disponível pelos elementos da linguagem). Refiro-me à relação entre palavras e diferentes frases das páginas online. Não tem haver com distância física, mas sim com o significado e a necessidade de o conectar dentro de frases, parágrafos ou outros elementos HTML.
Basta pensar como os motores de busca interpretam “ Estou com sede, posso beber água?" ou " Vou até à sede do clube "  , ou o meu Labrador tem o pelo castanho.
Ora os motores de busca resolvem este problema através da medição da distância entre as palavras e frases diferentes em diferentes elementos HTML. Quanto mais próximos os conceitos são semanticamente, mais facilmente podem ser relacionados.
Frases localizadas no mesmo parágrafo estão mais próximas semanticamente do que frases separadas por vários blocos de texto.
Existem ferramentas que disponibilizam ajuda, criando um esquema de marcação de dados estruturados apoiados pelos principais mecanismos de pesquisa schema.org . A marcação na página ajuda os mecanismos de pesquisa a compreender as informações que constam nas páginas web e a potenciar resultados.
Em breve falaremos de como os motores de busca também empregam métodos de indexação de páginas com base em frases completas e como essa indexação é importante para o pagerank da sua página.
João Maia
Marketeer na H2.3 - Web Marketing